Walberto Souza | Linfangiomas. Saiba mais!
16227
post-template-default,single,single-post,postid-16227,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Linfangiomas. Saiba mais!

Linfangiomas. Saiba mais!

Linfangiomas são anomalias congênitas compostas de canais linfáticos dilatados, resultantes de um defeito embrionário no desenvolvimento intra-utero. São preenchidos com um fluido proteico e geralmente não possui conexão ao sistema linfático normal, sendo sua incidência estimada em 1,2 a 2,8 para cada 1000 nascidos-vivos.

O higroma cístico, como também é conhecido, não é uma neoplasia, mas possui a capacidade de envolver estruturas adjacentes, como os planos fasciais, músculos, vasos e nervos, o que dificulta sua excisão cirúrgica.

Manifestam-se como massa cística, mole, não pulsátil, multiloculada, recoberta por pele normal, presente desde o nascimento ou a primeira infância.

Podem ser encontrados em qualquer região anatômica, sendo as mais comuns: cabeça e pescoço (48%), tronco e extremidades (42%), seguidos de órgãos intratorácicos ou intrabdominais (10%).

A ultrassonografia pré-natal pode detectar lesões macrocíticas durante o final do primeiro trimestre. Caso não sejam diagnosticados no período pré-natal, os linfangiomas são usualmente evidentes ao nascimento, ou antes dos 2 anos de vida.

Exames complementares como radiografias de tórax e de pescoço (lateral), ultrassonografia, tomografia computadorizada (TC) ou ressonância nuclear magnética (RNM) podem ser necessárias.

Apesar da ressecção cirúrgica ainda parecer ser o melhor tratamento para os linfangiomas, outras opções, como a escleroterapia tem sido proposta como alternativa para reduzir o impacto e as complicações operatórias. Várias substâncias como dextrose, bleomicina e OK-432 têm sido usadas como agentes esclerosantes. Após sua aplicação, eles determinam um processo inflamatório seguida de fibrose perilesional, dificultando o reacúmulo de linfa e facilitando, desse modo, uma eventual excisão cirúrgica.

Ficou com alguma dúvida? Agende sua consulta, nossa equipe espera por você!